Blog 123

ROTEIRÃO: CARIBE

Anguilla, Antígua e Barbuda, Aruba, Bahamas, Barbados, Bermudas, Colômbia, Ilhas Caimão, Cuba, Dominica, Ilhas Granadinas, Guiana, Guadalupe, Ilha de Basse-Terre, La Désirade, Grande-Terre, Marie-Galante, Ilha de Petite Terre, Ilha dos Santos, Ilhas Virgens, Jamaica, Martinica, México, Montserrat, Países Baixos Caribenhos, Porto Rico, República Dominicana, Santa Lúcia, São Bartolomeu, São Cristóvão e Névis, Venezuela.

Todos esses nomes fazem parte do que se denomina, hoje o território do Caribe, e ainda existem mais algumas localidades para colocar nessa lista. Mas a região da qual estamos falando não chama atenção só por ser vasta de territórios, história e cultura, além de muitas línguas, provenientes da colonização espanhola, britânica e francesa.

O Caribe é, também, um paraíso a céu aberto – isso quando não dizem que ele é o próprio céu, na Terra. E a melhor parte desse destino é que, por ser repleto de praias paradisíacas por todos os lados, dá pra escolher exatamente aquela que cabe no seu orçamento de viagem.

Estamos falando em roteiros de lua de mel, em viagem com os amigos ou só aquela escapadinha de férias para sair do escritório apertado e se entregar a mares transparentes e cheios de biodiversidade. Isso pode rolar tanto em praias da Colômbia e da Venezuela, que são mais próximas da gente, ou do México, que têm hotéis all-inclusive muito agradáveis para todas as épocas do ano.

Quem sabe até esticar em São Bartolomeu – ou Saint Barth, para os íntimos –, lugar certo para trombar com celebridades ricas e famosas, incluindo a realeza britânica e a família de super modelos?

Se seu espírito for aventureiro, uma nova cultura, como a da Jamaica, pode chamar a atenção. As belezas de Cuba te farão entender porque é que a sugestão de ir até o país se tornou quase que um imperativo dos brasileiros.

A realidade é que, não importa para onde você vá, se o destino for o Caribe, você estará em boas mãos, águas e areias – e poderá contar com lugares absolutamente incríveis no quesito “infraestrutura”. Pode acreditar: a mania dos all-inclusive surgiu e se desenvolveu na região do Caribe e, desde a década de 1990, onde os primeiros hotéis desse tipo começaram a surgir, a procura só fez aumentar a capacidade desses empreendimentos de surpreender os turistas.

Vamos te contar, agora, o que há de melhor no Caribe para ficar de olho, mas já adiantando que é melhor escolher um destino e comprar logo as passagens para as próximas férias. O que você vai ver a seguir pode causar fortes emoções – e uma enorme frustração se não for testemunhado por seus próprios olhos.

Principais pontos turísticos do Caribe

Quando falamos em Caribe, tudo o mais que não seja “praia paradisíaca” acaba ficando em segundo plano, apesar de ser um segundo plano que compensa: muitos países da região caribenha merecem a visita não só pelas paisagens naturais mas, também, pelo contexto histórico e cultural em que se desenvolveram, como México, Colômbia, Venezuela, Cuba e Jamaica.

Mas é inegável que o mar azul do Caribe seja uma verdadeira meca para pessoas do mundo inteiro que queiram relaxar e esquecer da vida em meio a cenários deslumbrantes. Não é à toa que muitos navios de cruzeiro passam por lá e fazem escala nas ilhas do Caribe, mostrando que a procura pelo bem viver vem da terra, do céu e, também, do mar.

Aqui está uma lista do que você deve priorizar, de acordo com a Organização do Turismo das Caraíbas (como são conhecidas as ilhas do Caribe), que fez um estudo das preferências dos turistas que visitam a região:

Aruba;
Barbados;
Colômbia (onde os holofotes estão em Cartagena de Indias, San Andrés e Santa Marta);
Costa Rica;
Cuba;
Ilhas Virgens;
Jamaica;
San Martin;
México (principalmente em sua Costa Maia, cuja rota conta com paradas como Majahual, Xcalak e rio Huach);
Panamá (com destaque para Bocas del Toro, Canal do Panamá, Colón e Kuna Yala);
Porto Rico;
República Dominicana;
Riviera Maia (com destaque para Cancún, Playa del Carmen e Cozumel);
Venezuela (principalmente Trinidad e Margarita, além de Puerto La Cruz, Barcelona, Ilha de Aves, Los Roques, Punto Fijo, Choroni, Tucacas e Barlovento).

Todos os lugares que listamos aqui – e aqueles que não estão por aqui também – vão ter particularidades turísticas a seu modo, mas duas coisas são comuns a todos eles, e isso pode te ajudar na hora de arrumar as malas: a primeira é que, como já falamos, o principal ponto turístico do Caribe são suas praias; então, capriche na roupa de banho e nos produtos para o sol.

A segunda boa notícia turística da região é que em todas as ilhas é possível notar uma vida noturna bem agitada, com boates e restaurantes para todos os gostos. Por isso, se visitar museus, centros históricos e outras coisas do tipo não for o seu ideal de viagem, sem problemas. Você vai ter muito o que desfrutar de praia durante o dia e de bons drinks e música durante a noite.

Se, ainda assim, sua cabeça ainda estiver confusa com as possibilidades de visitar o Caribe, não se preocupe: está tudo normal. Ele faz isso mesmo com a gente.

Uma coisa que pode te ajudar a escolher melhor o destino a partir de seus pontos turísticos e infraestrutura é um estudo apresentado pela Organização Mundial do Turismo (OMT) que diz que, atualmente, a República Dominicana é um dos melhores lugares para se passar férias, lua de mel ou feriado prolongado em toda a região do Caribe.

Além de praias espetaculares, diz-se que, por lá, existe uma oferta acima da média de produtos e serviços de qualidade, além das praias maravilhosas. O estudo se baseou em números e relatos de milhares de turistas que garantiram ter vivido, no país, uma das melhores experiências de viagem de toda a vida.

Por isso, vale a pena configurar o radar para ficar de olho no preço de passagens para esse destino.

Chairs stacked up at the end of the day on Aruba's busy Palm Beach

Onde se hospedar no Caribe

Recentemente a Organização do Turismo das Caraíbas firmou uma parceria com o AirBNB para o estudo de números que deixem as empresas de turismo mais cientes da procura dos viajantes pela região, o que nos leva a concluir que existem muitas ofertas de casas e apartamentos para aluguel por temporada no Caribe.

Essa aposta costuma ser mais barata em algumas partes do mundo, mas, antes de fechar um AirBNB como opção de hospedagem em mares caribenhos, é imprescindível levar em consideração o motivo da sua viagem.

Se você está indo de lua de mel, por exemplo, não tem muito romantismo em ficar em um apartamento alugado sendo que você mesmo terá que preparar seu café e arrumar sua cama, todos os dias. O mesmo pode ser pensado por quem quer ir para relaxar sem preocupações: ficar em uma casa alugada pode até sair mais barato, mas lembre-se que você terá que fazer compras de supermercado, limpar a casa e se preocupar com afazeres domésticos em plenas férias.

Dito isso, lembre-se que, como falamos ali em cima, o Caribe raramente terá concorrência à altura quando o quesito for hotel all-inclusive, que é, de longe, a grande preferência dos turistas na região.

Um hotel all-inclusive é aquele onde você vai se hospedar com as refeições diárias (café da manhã, almoço e janta) incluídas e, além disso, ter oferta de open bar e restaurante livre durante todo o dia.

Isso mesmo: enquanto você curte praia, sol, sombra e água fresca, dependendo das suas motivações para estar lá, tem sempre alguém te servindo um drink ou sugerindo um prato cujo valor de consumo já está incluído no pacote que você pagou.

Nada pode ser melhor do que isso para quem não quer se preocupar com absolutamente nada. Se esse for seu caso, não se esqueça que foi no Caribe que começou essa escola de “ao hóspede, tudo”, então pode ficar tranquilo com a experiência que virá pela frente.

Tropical resort. Hot sunny destination for vacation.

O que comer no Caribe

Sejam nos hotéis com tudo incluído ou nos restaurantes pela cidade, não deixe de provar a típica culinária caribenha, presente em muitos dos países que compõem sua região.

Para facilitar sua vida, eis a listinha do que você pode pedir para comer durante sua viagem:

Arepas: opção de lanche proveniente da Colômbia, mas também encontrada com facilidade na Venezuela e no Panamá, é uma massa de milho, servida em forma de tortilha, que pode ganhar diversos recheios diferentes, como queijo, ovo, salmão ou camarão;
Peixe frito: em muitos lugares é chamado de “peixe crioulo” e servido com iguarias locais, mas se trata do filé de peixe que você já conhece e gosta. E, no meio do Caribe, dispensar um peixinho é meio demais, né?;
Chifle: chips de banana da terra que podem servir como snack durante o dia todo, principalmente se você for sair a passeio pelas cidades que visita;
Keri-keri: vai para Aruba? Não deixe de pedir um prato típico feito de barracuda ou – voilá – tubarão, salteado na manteiga e servido com legumes;
Ceviche: você já conhece esse prato da culinária peruana, mas nada impede que o conheça com o tempero caribenho. É bem servido nos resorts com tudo incluso.

Um dos “problemas” de passar vários dias no paraíso com tudo incluído é o montante de calorias que vão voltar com você na mala… mas, se a preguiça não falar mais alto, tem espaço fitness em muitos resorts para evitar o acúmulo de peso na consciência!

Se você estiver de bem com o que quer do seu corpo para testar o que vem a seguir, prepare-se para as sobremesas:

Rabanada Caribenha: feita o ano inteiro, e não apenas no Natal, a rabanada do Caribe segue a mesma receita da brasileira, mas leva um toque de mel que a gente não coloca por aqui;
Paisecu: doce feito de nozes e açúcar que parece um bombonzinho, e vale por dezenas deles;
Quesillo: vai para Aruba, Venezuela, Curaçao ou República Dominicana e sentiu saudades da casa… da avó?! Sem problemas: o quesillo é a versão caribenha do nosso tradicional pudim de leite condensado, e vai agradar a quem não passa sem um docinho depois do almoço.

A gente sabe que não é comida, mas, quando se trata do Caribe, temos que lembrar também dos drinks: mojito (Cuba), licor de Curaçao (Curaçao) e piña colada (Porto Rico) são apostas espetaculares para quem usa bebidas alcóolicas e quer ter experiências memoráveis com drinks famosos, nos lugares em que foram criados.

Só de falar disso tudo dá aquela sensação de “o que eu estou fazendo aqui ainda”? Pois é: está mais do que na hora de fechar logo sua viagem para o Caribe.

Table with food and wine on the background of the sea

Quanto custa visitar o Caribe?

O valor de uma viagem ao Caribe vai depender, basicamente, do país ou ilha que você escolher. Lembra lá no início, quando falamos de São Bartolomeu? Essa é uma viagem para orçamentos épicos, enquanto Aruba, Punta Cana e Cancún podem caber direitinho no orçamento de quem quer viver como celebridade, e não estar rodeada por elas.

A dica esperta é sempre a mesma: planeje com antecedência de, no mínimo, seis meses. Como o Caribe tem alertas de furacão a partir de junho, indo até novembro, quem quer viajar com 100% de segurança pode marcar a viagem para o primeiro semestre. Ir depois da Páscoa pode garantir preços melhores, já que até o feriado a região está em altíssima temporada.

Como ir para o Caribe com a 123Milhas

Basta escolher o destino, pesquisar os preços no nosso site e curtir a viagem!

Como dá pra notar, são muitos os lugares a se visitar no Caribe, mas é bom planejar a viagem com antecedência, inclusive por questões diplomáticas. Diferentemente dos países que contam com ilhas à sua disposição, a região da qual estamos falando é cercada de países. Cada pequena ilha pertence a um país da região caribenha ou a um país colonizador ou conquistador da Europa.

Por isso, é muito importante que, ao escolher seu destino, você busque saber quais são os documentos necessários para a entrada na ilha escolhida, já que as exigências podem variar bastante de uma para a outra, ainda que sejam muito próximas, a uma viagem de barco de distância.

Tem mais alguma dúvida sobre sua viagem para o Caribe? Deixe a pergunta nos comentários!

Comentários


[fbcomments]