Blog 123

Rock in Rio: como ir ao maior evento de música da América Latina

Rock in Rio

Falta pouco para começar o Rock in Rio, maior evento de música da América Latina. O festival é tão reconhecido e adorado que, ao longo dos anos, acabou ganhando edições até mesmo fora do Rio de Janeiro, sua “cidade natal”. A festa, que, este ano, começa no dia 15 de setembro, reúne dezenas de artistas brasileiros e internacionais e turistas do mundo todo.

Se ainda dá tempo de ir? Dá sim: basta ficar de olho nas vendas de ingresso, que ainda acontecem pelo site oficial do evento ou de maneira informal, com a desistência de quem já comprou e o repasse do ticket em grupos de Facebook ou WhatsApp.

E, olha, onde quer que você esteja no Brasil, vale a pena dar uma chance para a edição de 2017. Tem gente do calibre de Lady Gaga, Maroon 5, Justin Timberlake, Aerosmith, Guns n’ Roses e Red Rot Chili Peppers. O Rock in Rio 2017 também recebe bandas “das antigas”, como Pet Shop Boys e The Who, e os reis da música brasileira, como Titãs, Skank, Capital Inicial e Ivete Sangalo.

Tudo isso só no palco principal, que é o Palco Mundo. Ao todo, são sete ambientes para você curtir o melhor que a arte do som tem a nos oferecer, no coração do Rio de Janeiro.

A história do Rock in Rio

A primeira edição do Rock in Rio ocorreu em 1985, pelas mãos do empresário Roberto Medina, e já ganhou de cara o título de maior festival de música do planeta.

Como muitos artistas internacionais não tinham o hábito de aparecer muito pela América Latina, o evento acabou chamando atenção pelo line up de respeito: vieram pra cá AC/DC, James Taylor, Ozzy Osbourne, Rod Stewart, Scorpions, Whitesnake, e Yes!, além do Queen, a banda mais esperada do festival.

Artistas brasileiros também participaram dessa primeira edição, que reuniu Os Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho, Ivan Lins e Pepeu Gomes.

Na segunda edição do Rock in Rio, seis anos depois, Guns n’ Roses, Sepultura, Titãs, Aha, Megadeath, Engenheiros do Hawaii e Judas Priest dividiram palco com Billy Idol, Debbie Gibson, George Michael, Morais Moreira e Pepeu Gomes – que participou pela segunda vez do evento.

O tempo entre a segunda e a terceira edição durou 10 anos. Em 2001, o Rock in Rio III voltou com tudo trazendo diversos artistas, como os aguardadíssimos Guns n’ Roses, que estavam há um tempo parados, Iron Maiden, Papa Roach (que foi uma indicação de Axl Rose, vocalista do Guns), Oasis, R.E.M., Foo Fighters, Silverchair, Red Hot Chilli Peppers, N Sync, Britney Spears e Blink 182, além da saudosa Cássia Eller, Sandy e Junior, Pato Fu, Ira!, Ultraje a Rigor, Capital Inicial e o gospel do Oficina G3.

Essa edição foi marcada por um fato curioso: faltando cerca de quatro meses para a abertura dos portões do Rock in Rio, seis bandas brasileiras resolveram boicotar o festival por conta da organização de horários de shows. O Rappa, Skank, Raimundos, Cidade Negra, Charlie Brown Jr. e Jota Quest anunciaram sua saída do line up, que, então, teve de ser reformulado.

Além disso, ninguém se esquece da cena de Carlinhos Brown, no palco, sendo alvejado por centenas de garrafinhas de água vindas do público que gritava “queremos rock”. A hostilidade desse momento foi desconstruída ao longo dos anos pelos organizadores e pelo próprio público, que hoje paga para ver – e participa com gosto – o show de artistas sem o background roqueiro, como Ivete Sangalo, Lady Gaga e Beyoncé.

Ao todo, o Rock in Rio teve 17 edições, contando seis no Brasil, sete em Portugal, três na Espanha e um nos Estados Unidos. O festival que começa dia 15 de setembro será a 18a edição desse evento incrível.

Preço dos ingressos para o Rock in Rio

Como tudo nessa vida, quem deixou o planejamento do Rock in Rio para a última hora tende a encontrar tickets mais salgadinhos para o evento, que acontece nos dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro.  

Pelo site oficial do evento, as únicas possibilidades para a compra de ingressos são os dias 15 (Lady Gaga), 17 (Justin Timberlake), 21 (Aerosmith) e 22 (Bon Jovi). Todos os outros dias estão esgotados. O valor da inteira para qualquer um desses dias é R$455.

Para garantir seu ingresso, compre o quanto antes. Mesmo porque ele vem na forma de uma pulseira, que pode ser enviada diretamente para a sua casa, e faltam apenas dez dias para o festival começar. por isso, quanto antes, melhor.

Passagens e Hospedagem para o Rock in Rio

Para diminuir seus custos de viagem, busque por hostels, albergues ou opções de AirBNB para a sua estadia, principalmente se você vai ficar por lá vários dias. A ida e a volta do evento podem ser feitas por meio de transporte público ou do ônibus que o Rock in Rio disponibiliza para o Complexo Olímpico, onde é a nova Cidade do Rock.

Dependendo da sua localização no Rio, táxi e Uber também são boas opções.

E, para chegar à Cidade Maravilhosa mais rápido e com mais segurança, vá de avião! Ao contrário dos ingressos, as passagens aéreas para o Rock in Rio ainda não estão esgotadas, e você ainda pode ter preços bem especiais para a sua viagem. Para consultar as melhores opções, faça uma busca de passagens aéreas pelo site da 123Milhas, que vai te mostrar valores muitas vezes bem mais baratos do que os sites das companhias aéreas.

Na bagagem – que, agora, pode ser cobrada (leia tudo sobre isso aqui) – leve roupas confortáveis, que permitam a respiração da pele, tênis e muuuuita água. O Rio de Janeiro com certeza continua lindo, mas para que sua experiência faça jus à cidade, hidrate-se bastante, coma coisas leves e, principalmente, se divirta.

Afinal, o Rock in Rio não é considerado um dos maiores festivais de música do mundo à toa, e você não pode perder a chance contribuir para essa fama.  

Comentários


[fbcomments]