Blog 123

Os 5 melhores museus de rock do mundo

Os melhores museus de rock do mundo

Falamos outro dia sobre o Rock in Rio, que é um dos maiores festivais de música do mundo e, todos os anos, arrasta uma multidão à Cidade Maravilhosa.

Contudo, sabemos que muita gente não vai conseguir ir a essa edição, por vários motivos: ou os ingressos já acabaram, ou o preço é alto para o planejamento de curto prazo, ou falta tempo para se dedicar à essa aventura, que começa em menos de duas semanas.

Nem por isso, porém, você deve deixar de lado o sonho de curtir, bem de perto, o melhor do rock. Dá uma olhadinha na lista de museus que encontramos ao redor do mundo para que você possa se planejar, juntar grana e conhecer um pouco melhor a história desse estilo musical. Pelo menos enquanto espera pelo Rock in Rio do ano que vem. 😉

 

Melhores museus de Rock ao redor do mundo

#1 Rock and Roll Hall of Fame and Museum

Localizado em Cleveland, Ohio, o Rock and Roll Hall of Fame and Museum passa pela história do estilo por meio de um rico acervo de artigos de grandes nomes do rock, desde instrumentos como a primeira guitarra de Bono Vox, do U2 a objetos pessoais das bandas, como a máquina de pinball dos Rolling Stones.

Se você estiver de passagem pelos Estados Unidos, pode conferir as preciosidades do museu, que ocupa sete andares de um prédio abarrotado de atrações e exposições que fazem qualquer fã do rock se apaixonar ainda mais pelo estilo.

#2 Rockeim

Essa é a melhor opção para fãs do rock que querem conhecer a Noruega: o Rockheim tem seis andares que contam a história do gênero na linha do tempo mundial e, também, na norueguesa. Para quem curte black metal, as atrações são imperdíveis. Dê uma olhada na agenda de shows do museu antes de reservar sua viagem.

#3 Graceland: a mansão de Elvis Presley

O Rei do Rock não deixou apenas a música como herança para a humanidade: presentou a todos também com Graceland, sua mansão, onde os fãs do rock podem conhecer um pouco mais da intimidade, carreira e influências exercidas por ele: o rei do rock, que motivou – e ainda motiva – toda uma geração de roqueiros.

A casa do mestre fica em Memphis, no Tenessee, e, lá, você pode utilizar o áudio guia em português para não perder nenhum detalhe do passeio.

#4 Hard Rock Café London

Não é segredo que a franquia Hard Rock é ponto de encontro obrigatório para fãs do rock ao redor do mundo, mas é imprescindível conhecer o lugar onde tudo começou: no Hard Rock Café London, lá pelos idos de 1971, um pequeno restaurante que tinha Eric Clapton como cliente assíduo.

Aliás, a mesa favorita do cantor e compositor ainda está lá, com uma lembrança e tanto do artista: uma de suas guitarras pregada à parede. São tantas relíquias que o restaurante acabou virando um grande museu de ode ao rock e uma parada obrigatória para quem mochila pela Europa com os fones de ouvido no talo.

#5 Youngtown

O nome é em homenagem ao músico canadense Neil Young, mas abriga um acervo magnífico sobre as três primeiras décadas do rock, que começou oficialmente em 1950. São sete salas no Youngtown que retratam a trajetória da música com nomes históricos como Johnny Cash, Jerry Lee Lewis, Bob Dylan e, claro, muitos artistas canadenses, já que o museu fica em Ontário.

E aí, curtiu nossas dicas? Tem sugestão de algum museu de rock imperdível, mas que a gente não colocou na lista? Deixe seu comentário no nosso Facebook e nos ajude a melhorar ainda mais o mapa de viagens de rock ao redor do mundo! Aproveite para acessar o site da 123Milhas e planejar sua viagem no melhor estilo rock and roll.

Comentários


[fbcomments]