Blog 123

Nome errado na passagem aérea: o que eu faço? | 123Milhas

Passageiro Check-in

A hora de emitir uma passagem aérea demanda a máxima concentração, afinal qualquer erro pode acarretar transtornos sem fim. Por isso, recado seja dado: se você não tem em mãos os documentos de todos os passageiros, não realize o pedido, ainda que o preço seja muito atrativo.

Para ser muitíssimo feliz na compra de sua passagem, uma dica infalível é avaliar, para-além do preço atrativo, a política de alterações. No nosso site, particularmente, não realizamos remarcações ou quaisquer modificações em datas ou horários de voos já emitidos.

Além disso, dependemos das companhias aéreas para a realização de alterações em dados como nome, data de nascimento e CPF – o que, infelizmente, na maior parte dos casos, não é acatado pelas empresas aéreas.

De acordo com resolução 400/2016 da Agência Nacional da Aviação Civil (Anac), não é possível transferir o caráter pessoal de uma passagem emitida. Por essa razão, alterações de nomes geralmente não são aceitas pelas companhias aéreas.

Entretanto, pequenos erros de grafia que não modificam a fonética do nome, como é o caso de trocar “Neusa” ou “Neuza”, podem ser aceitas pelas empresas aéreas. Nós, porém, não podemos garantir a realização do procedimento, ainda que se trate de uma modificação supersimples.

Bilhete para embarque. passagem

 

Como preencher corretamente os dados dos passageiros na passagem aérea

Para garantir sucesso no preenchimento dos dados dos passageiros, a regra é simples e direta: é preciso transcrever o nome completo de cada viajante exatamente como consta no documento oficial com foto que ele(a) irá apresentar durante o embarque.

Conheça os documentos que podem ser apresentados para a checagem de sua identidade durante a decolagem:
– Carteira de Identidade (RG);
– Carteira Nacional de Habilitação (voos nacionais);
Passaporte.

Guarde bem uma dica que pode salvar a sua viagem: se uma pessoa é casada, mas ainda transporta no documento oficial com foto o nome de solteiro deve aplicar o nome de solteiro na passagem emitida, a fim de não haver discrepância de seus dados.

Passageiro aguardando embarque passagem

Da mesma forma, no caso de pessoa trans que adota nome social, mas não tem esse registro no documento oficial com foto, deve inserir na passagem aérea exatamente o nome presente no documento que usará para identificar-se durante a viagem.

Não vale marcar bobeira: abreviações ou ocultações de nomes do meio nunca devem ser realizadas durante o preenchimento da passagem. Embora as companhias aéreas costumem considerar apenas o primeiro nome e último sobrenome, é melhor não ter preguiça e se resguardar completamente.

E aí, esse post foi interessante para você? Compartilhe o conteúdo com seus amigos e informe-nos sobre outras dúvidas quando o assunto é aviação civil para podermos orientá-lo cada vez mais.

Comentários


[fbcomments]