Blog 123

Está de férias? Veja os destinos BBB (bons, bonitos e baratos) de julho!

Destinos Baratos

Férias escolares trazem consigo uma necessidade imensa de colocar a família na estrada e sair em busca de aventuras. O desejo é tão pungente que não é preciso nem ter filhos em idade escolar para tirar os planos do papel: essa é apenas uma desculpa para tirar aquele merecido descanso de meio de ano, onde metade do que a gente poderia fazer já foi feito, mas a gente precisa de um gás extra para enfrentar os desafios da próxima metade.

Nesse contexto, muita gente se pergunta o que seria mais econômico, principalmente na América do Sul: viajar para lugares quentes ou frios? As possibilidades são inúmeras, e vai depender do que cada um tem em mente para as férias perfeitas.

Os brasileiros, no geral, preferem destinos de frio para suas férias de julho. Dentro do país as principais buscam são pelas cidades de Gramado e Campos do Jordão, que imitam bem as temperaturas do inverno europeu. Contudo, o extremo oposto não fica atrás, com cidades praianas como Fortaleza, Natal e Porto Seguro protagonizando o topo dos desejos turísticos da temporada.

Para os turistas que viajam para fora a situação é a mesma: Bariloche e Valle Nevado aparecem como opções de viagem na mesma proporção em que aparecem, também, Orlando e Cancún. Ou seja: não há regras, mesmo; apenas aquela vontade latente de pegar a mala e curtir alguns dias de alegria com termômetros ao gosto do freguês.

 

Como escolher um destino BBB para julho?

A principal dica para não correr o risco de encontrar opções caras nessa época do ano é checar bastante as opções, uma vez que algumas delas são parecidas na prática – mas são precificadas de forma diferente.

Gramado, por exemplo, é uma cidade altamente turística em julho, e por isso é normal que sua hospedagem e alimentação fique mais cara no inverno. Mas Canela, a cidade vizinha, traz o mesmo charme e elegância por valores relativamente menores.

Para quem gosta de frio, outro exemplo clássico do custo-benefício é Milho Verde, cidadezinha conhecida como a Campos do Jordão mineira. Ela traz frio, aconchego e um clima bem romântico sem, necessariamente, carregar as cifras da “prima rica”. Um olhar mais apurado em cada destino mostra ao viajante o que pode ser feito em questão de economia sem que esteja presente, nessa equação, a queda de qualidade.

Outra dica esperta para encontrar destinos baratos é ficar de olho em passagens e hospedagens desde março, que é quando os preços começam a ser fixados para a maioria das passagens e hospedagens da temporada de inverno. Você pode já fazer um levantamento de custos de uma viagem nesse ano e compará-lo, em março do ano que vem, ao mesmo período para o destino. Assim, vai conseguir saber, no próximo planejamento, se o destino escolhido para julho foi realmente um bom negócio.

 

Os melhores destinos de julho

Valle Nevado Chile

Mas não adianta nada ficar só planejando: é preciso viver a experiência. E, no caso das viagens, quanto antes, melhor. Veja as principais dicas de viagem que você pode programar ainda para julho de 2017, sem gastar muito mais por isso. Com o diferencial, claro, de conhecer lugares incríveis no meio do ano.

 

São Joaquim (SC)

Diz a música que o Brasil é um país tropical, abençoado por Deus, bonito por natureza e… cheio de neve. Isso mesmo: para quem quer termômetros abaixo de zero e um gostinho do que é a tal da neve sem sair das nossas fronteiras pode visitar São Joaquim, que atrai turistas em julho justamente por sua condição diferenciada.

É claro que o viajante não pode ir esperando uma nevasca completa e estações de esqui, mas o friozinho é charmoso e a cidade, repleta de montanhas, conta com vinícolas e bons restaurantes. Como ainda não se tornou “queridinha” do inverno, seus preços estão dentro da média para os destinos de ocasião.

 

Valle Nevado (Chile)

Mas se o negócio é ver neve de verdade, sem precisar pagar muito caro por isso, a pedida da vez é o Valle Nevado, uma montanha que fica perto de Santiago, no Chile, onde pessoas do mundo inteiro visitam em julho para a prática de esportes de neve – incluindo a boa e velha “observação” para quem não tem traquejo com pistas de esqui.

O Valle Nevado não chega a ser uma cidade, mas sim um resort, e dos bem completos. Muita gente vai só para passar o dia, o que barateia ainda mais os custos, principalmente de hospedagem. Nesse caso, o deslocamento até o vale faz parte das aventuras: o caminho reserva mais de 60 curvas fechadas até o topo da montanha. Essa é uma das razões pelas quais, em temporada de neve, é melhor não subir até lá com carro de passeio. Prefira grupos fechados de turismo.

 

Guaramiranga (Ceará)

Conhecida como “Suíça cearense”, além de “Cidade das Flores”, Guaramiranga é uma localização de encher os olhos com paisagens incríveis e temperaturas bem amenas, principalmente se comparadas a outras regiões do próprio estado. Por lá, em julho, os termômetros não passam dos 23 graus, o que garante o charme de uma cidade surpreendentemente fria em um estado majoritariamente quente.

Quem quiser um destino de ecoturismo em julho não pode deixar esse nome passar despercebido.

 

Cancún (México)

E, para aqueles que não querem mesmo saber de frio, que tal fugir para um paraíso que tem em julho um preço ainda mais atrativo?

Estamos falando de Cancún, que já começa a ficar bem convidativa a partir de junho, quando começa a temporada de furacões que baixam os preços das viagens. Mas não precisa ter medo: os fenômenos naturais, quando realmente ocorrem, vem lá para setembro e outubro, e não para o meio das férias.

Quando estiver por lá, conheça os parques, museus e, claro, praias. Cancún é uma daquelas cidades que você vai querer voltar várias vezes por ano, em todas as estações.   

 

Já se decidiu sobre seu próximo destino de viagem? Para garantir as melhores passagens aéreas em julho, conte com a 123Milhas. O destino certo é você quem faz.

Comentários


[fbcomments]