Blog 123

DICAS DE DESTINOS PARA VIAJAR SOZINHO

Somos condicionados a pensar que a viagem é algo coletivo: precisamos ter alguém sempre por perto para conversar, compartilhar os momentos ou, simplesmente, tirar as nossas fotos. Quanto maior é o tempo da viagem, mais são as chances de acharmos que, estando sozinhos, vamos nos sentir deslocados ou entediados. Que ter alguém para dividir a viagem é sempre bom.

Contudo, nem sempre isso é verdade.

Viajar sozinho estimula várias habilidades que, às vezes, a gente nem sabe que tem. Como a facilidade em fazer amizades, por exemplo: muitos de nós perdem esse “traquejo” enquanto crescem e a viagem sem companhia pode fazer com que essa parte adormecida de ver graça em se conectar com novas pessoas volte a funcionar.

Outra possibilidade de crescimento pessoal em um voo solo é saber desenvolver um planejamento que faça sentido para seus desejos e seu bolso. Em conjunto, sempre deixamos para alguém alguma tarefa, como comprar as passagens aéreas ou escolher o restaurante, e podemos nos frustrar com qualquer uma dessas escolhas.

Quando é você quem as faz, ainda existe a chance da frustração aparecer, mas aceitar a responsabilidade por isso e melhorar seu jeito de planejar é mais fácil.

Ah, e sem falar na alegria que sentimos ao fazer tudo o que queremos exatamente na hora que queremos, seja um passeio mais longo pelas ruas ou gastar um dia inteiro em um quarto de hotel sem ninguém para incomodar. Afinal, vamos falar a verdade: viajar com mais gente é um estado constante de negociações, para que todas as expectativas – que são muitas, e muito diferentes – sejam atendidas sem conflitos.

Viajar sozinho, então, é bom, é prático, facilita o acordar de algumas habilidades e pode ser muito prazeroso para quem quer aprender a desfrutar de sua própria companhia, o que é um grande desafio mas que, por vários motivos diferentes, compensa a tentativa. Você só vai saber quais são, e como eles fazem a diferença na sua vida, depois de comprar apenas uma passagem para o destino dos sonhos: a sua.

Agora é hora de decidir para onde ir e, como diz a música, “pegar o primeiro avião com destino à felicidade”. Veja, abaixo, as nossas dicas para a sua próxima aventura.

5 destinos para viajar só com você

Esses lugares são ótimos para ir com quantas pessoas você quiser, mas ficarão ainda melhores se você decidir viajar sozinho para conhecer cada um deles.

Alasca (EUA)

O Alasca é um lugar cheio de belezas naturais e clima que inebria, seja no inverno ou verão, com paisagens de tirar o fôlego. Contudo, vamos combinar: não é todo mundo que tem o sonho de ir para o Alasca, já que a viagem é longa e cansativa.

Mas, se você tem curiosidade e quer ir, por que não fazer isso sozinho, já que não tem companhia?

Você vai acabar percebendo que, mesmo nos dias mais frios – ou nas noites mais longas –, viajar para o Alasca é uma boa ideia pelo conjunto da obra. Além de ser naturalmente lindo, as pessoas por lá são muito acolhedoras.

Denali

Ouro Preto (MG)

Quer conhecer as cidades históricas de Minas e bater perna nas ladeiras, tirando fotos e visitando museus, mas não encontra ninguém para topar o desafio – ou não quer, mesmo, ninguém reclamando de que o pé já está doendo?

Não adie isso para outro dia e vá direto para Ouro Preto, que é uma das mais famosas e lindas cidades do estado. Ela é ponto de partida para que você conheça várias outras na Estrada Real, como Congonhas, Tiradentes e São João del Rei, e tem transporte facilitado para essas localidades.

Se você se sentir só, não se preocupe. O povo mineiro, e sua deliciosa cozinha, vai acalmar seu coração.

View of historic baroque church Nossa Senhora do Carmo and city Ouro Preto, UNESCO World heritage site, Minas Gerais, Brazil

Viena (Áustria)

Se você quer viajar sozinho para se inspirar com sua própria companhia, seja para tomar uma decisão importante, escrever um livro ou pensar em uma ideia que pode mudar os rumos da sua carreira, Viena é um dos melhores lugares do mundo para isso.

A capital austríaca é bucólica e nos remete a um estado de consciência em que o mais importante é viver o presente em plenitude, extraindo dele o máximo possível. Com tantos museus para conhecer e uma arquitetura arrebatadora, não faltarão elementos para tornar sua viagem solo incrível.

Vienna, St. Stephen’s Cathedral, view from north tower

Jericoacoara (CE)

Outro lugar para quem quer se isolar do mundo, mas nem tanto, é Jijoca de Jericoacoara, no Ceará, cidade da qual falamos muito aqui no blog. O vilarejo não é acessível a carros de passeio, o que já deixa o clima de “praia deserta” pairando no ar… mas, na verdade, não tem nada de deserta nessa praia: apesar de calma, amigável e tranquilizadora, Jeri tem muita gente para que você possa puxar um papo e fazer amizade se bater a solidão de viajante.

(O que, a julgar pelo nível das praias e da beleza das dunas, achamos difícil acontecer.)

Pedra Furada, stone natural gates on Atlantic ocean coast, Jericoacoara, Brazil

Deserto do Atacama (Chile)

Por fim, vale dar uma esticada sozinho até o norte do Chile para conhecer o Deserto do Atacama, uma das paisagens mais bonitas do mundo. Se quiser reservar de cinco a sete dias de viagem, saiba que terá programas diferentes de passeio para fazer em cada um desses dias.

Por ter um turismo internacional forte, é também um lugar para se conhecer pessoas de várias partes do mundo. Visando facilitar a aproximação entre os aventureiros, muitos hostels fazem festas para quebrar o gelo e ajudar os tímidos.

E você, para onde iria se divertir sozinho pelo mundo afora?

Atacama Altiplana desert, Laguna Miscanti salt lake and mountains landscape, Miniques, Chile, South America

Comentários


[fbcomments]