Blog 123

4 LUGARES IDEAIS PARA ESTUDAR INGLÊS FORA DOS ESTADOS UNIDOS

Falar fluentemente uma segunda língua deixou de ser um sonho para ser a necessidade de muitos brasileiros, principalmente daqueles que querem ampliar os horizontes culturais e de carreira.

De todas as formas possíveis de estudar inglês, uma das mais atrativas é a viagem de intercâmbio, que dá ao estudante não só a possibilidade de estudar a língua estrangeira como, também, de estar em contato direto com a prática do que foi aprendido, absorver novas culturas e valores e expandir seu universo particular, fazendo amizades e criando laços mundo afora.

Para quem procura essa solução para consolidar a carreira, outra vantagem importante é a criação de uma rede internacional de contatos que pode render a oportunidade de ficar em outro país por mais tempo ou conseguir uma rápida recolocação no mercado na volta ao Brasil.

Quem pode fazer intercâmbio?

Se antes um intercâmbio para estudar inglês, ou qualquer outra língua estrangeira, era um “privilégio” dos estudantes – principalmente no Ensino Médio – hoje qualquer pessoa, em qualquer idade, pode se entregar a uma viagem dessas.

Além de escolas de idiomas espalhados mundo afora, o intercâmbio também pode envolver a participação do intercambista em atividades relacionadas a negócios, gastronomia, artes, manifestações culturais e outras frentes que ajudam na fixação de uma nova linguagem de maneira menos tradicional e igualmente prática.

Resumindo, se você tem vontade de aprender inglês e conhecer coisas novas ao redor do mundo, o intercâmbio é, definitivamente, a sua melhor escolha. E não há, também, um tempo mínimo ou máximo para o intercâmbio perfeito: de quatro semanas a dois anos, em várias modalidades, o tempo de duração da experiência vai das prioridades – e do orçamento – de cada um.

Melhores países para aprender inglês

Aqui no Brasil era comum achar, até outro dia, que o melhor país para aprender inglês seria os Estados Unidos, já que sua cultura já é conhecida por aqui e conhecemos muitas informações sobre o país – como as principais cidades e suas localizações, por exemplo.

Mas, apesar de ser uma boa escolha, os EUA não são a única. Fazer intercâmbio no intuito de falar inglês com mais facilidade é uma possibilidade também muito procurada na Europa e na Oceania, lugares que atraem turistas e estudantes por seu enorme potencial turístico.

Veja abaixo nossa listinha de opções para aprender inglês fora dos Estados Unidos, que já é abarrotado de boas oportunidades.

1. Austrália

Do outro lado do mundo, a Austrália prima por sua infraestrutura incrível, incluindo itens como transporte público e segurança, além de ser um país rodeado de praias incríveis – o que faz com que ele seja indispensável para quem não abre mão de viver no litoral.

Um dos pontos fortes do intercâmbio na Austrália é o clima, bem parecido com o do Brasil em algumas estações, e o povo australiano, conhecido por ser acolhedor e alegre. Muita gente que faz intercâmbio por lá acaba querendo ficar e arrumar um emprego, já que o país dá a impressão boa de crescimento e funcionalidade.

O ponto fraco é que, por ser bem extenso em seu território, assim como o Brasil, viajar de uma ponta a outra demanda tempo e dinheiro. Ou seja: ao escolher um ponto específico é bem possível que você fique nesses arredores por toda a duração da viagem.

Panoramic view of Sydney skyline in New South Wales, Australia.

2. Canadá

O Canadá vem se tornando um destino querido dos brasileiros por não ser tão caro quanto os Estados Unidos e, ainda assim, promover experiências intensas de aprendizado e turismo.

Quando você estiver por lá vai ter a chance, ainda, de treinar o francês, se escolher uma localidade onde essa língua é falada (o Canadá se divide em duas línguas oficiais, o inglês e o francês) e, dependendo da época do ano, até esquiar na neve.

View of Parliament buildings from Plaza Bridge Ottawa during sunset

3. Inglaterra e Irlanda

O Reino Unido é um bom lugar para aprender inglês nas suas origens, seja nas ruas de Londres, de Dublin ou passeando por países próximos, como Escócia e País de Gales.

Apesar de terem culturas completamente diferentes da brasileira, países como Inglaterra e Irlanda atraem turistas como nós por serem riquíssimos em história e cultura, além de tradições que nos caem muito bem, como o happy hour em um pub no fim do dia.

Para quem quer estudar inglês em nível de graduação ou pós, os países do Reino Unido são os melhores para se estar: são inúmeras universidades reconhecidas no mundo todo que ofertam cursos de verão ou extensão para estrangeiros. Assim, além de treinar o inglês na escola de idiomas, ainda dá para colocá-lo em prática na realidade acadêmica.

Tower Bridge Londres Angleterre

4. Nova Zelândia

Pertinho da Austrália, a Nova Zelândia é mundialmente conhecida por ter algumas das paisagens mais maravilhosas de todo o planeta – e esse é o principal cuidado que um estudante de intercâmbio deve ter ao comprar cursos por lá: a tentação é grande por curtir a natureza e os passeios ao invés de ir às aulas…

… mas não desista do seu principal objetivo, mesmo porque o país é conhecido pela educação de primeira qualidade e conta com excelentes ofertas para que você saia de lá falando inglês perfeitamente.

Além disso, na Nova Zelândia é possível trabalhar em seu período como estudante no país, o que pode te ajudar a juntar uma graninha durante o processo e, quem sabe, até pagar o investimento.

Overlooking the city of Queenstown, New Zealand

Agora que você já sabe onde estudar inglês é uma boa opção, basta escolher o destino e se planejar para a melhor experiência da sua vida! Conte com a 123Milhas para torná-la ainda mais memorável.

Comentários


[fbcomments]